Projeto PHP Counter

Atenção desenvolvedores e entusiastas de PHP. Vi no site do PHP-DF uma chamada para participação do Projeto PHP Counter. Segundo o site do projeto, “o objetivo do projeto é ser uma referência para o mercado PHP mundial, fornecendo dados estatísticos que propiciarão a análise e evolução do mercado através da atuação em conjunto com grupos de usuários, empresas e profissionais“.

Esse tipo de iniciativa pode ser muito benéfica para a comunidade de profissionais da linguagem. Quando fiz meu projeto final, tive muita dificuldade em encontrar boas referências de utilização do PHP, assim como estatísticas para justificar o uso da linguagem.

Participem!

Related Posts:

Read More

A morte do PHP 4

A versão 4 do PHP, lançada no ano 2000, foi a que contribuiu definitivamente para que ela se tornasse o que é hoje, teve sua morte decretada no dia 07/08/08 (quase que cai no dia 8 também) com o lançamento de sua última release, a 4.4.9.

Esta versão, que trouxe consigo o primeiro Zend Engine, contribuiu para o crescimento do PHP até ele se tornar a linguagem web mais utilizada no mundo, segundo ranking da Tiobe Software e, apesar de estar perdendo espaço continuamente para outras versões mais novas, ainda está presente em diversos ambientes espalhados por aí.

A princípio, a sugestão dos desenvolvedores da linguagem era de que novas releases do PHP 4 só fossem realizadas para correções de falhas de segurança, mas chegaram a conclusão de que isto já vinha sendo feito no último ano, e que não havia mais razão para dar continuidade ao desenvolvimento.

Sinceramente, acredito que esta seja uma decisão até tardia, uma vez que o PHP 5 foi lançado em 2004. A morte da versão anterior deve estimular os desenvolvedores e administradores de sistemas a atualizar suas aplicações/servidores, até por uma questão de segurança, além de todos os benefícios já envolvidos em relação à evolução do PHP.

Vida longa ao PHP 5+, e que venha o 6.

Related Posts:

Read More

Lançado Kohana Framework 2.2

Os desenvolvedores do Kohana escolheram uma data curiosa para o lançamento da versão 2.2 do framework, 08/08/08, competindo com a abertura dos jogos olímpicos da China (que ganhou medalha de ouro chegando na frente, uma vez que o dia lá começa bem antes do que por aqui).

Com a nova versão a promessa de abandonar ainda mais alguns vestígios do seu “pai”, o Code Igniter, como a remoção da classe Loader. Além disso, novos módulos foram implementados como o de Compressão de Arquivos, Integração com Google Maps e Captcha, dentro outros.

Visite o site oficial do Kohana para mais informações ou para fazer o download da nova versão.

Related Posts:

Read More

Lambda Functions/Closures no PHP 5.3

Das diversas alterações anunciadas no lançamento da Alpha 1 do PHP 5.3, a que mais me chamou a atenção foi, sem dúvidas, a implementação de “Lambda Functions/Closures“. Mais até do que a implantação de Namespaces, que foi tão discutida por aí que não deve ter causado nenhum impacto mesmo.

Se você ao ler isso, assim como eu ao ler a notícia no php.net, está se perguntando: “ok, mas o que é isso afinal?”, acho que um trecho de exemplo de código vale mais do que mil palavras:

$variavel = function () { echo "Hello World"; };
$variavel ();

Pronto. Isso é, nada mais, nada menos, do que um Hello World com “lambda function”. Você pode estar pensando que já viu isso em algum lugar e tem toda razão. Se você desenvolve JavaScript há algum tempo, provavelmente já viu esse tipo de atribuição, principalmente para adicionar uma funcionalidade a um evento em um objeto.

Assim como no JavaScript, você poderá passar parâmetros para a função. Usando mais uma vez o famoso Hello World:

$variavel = function ($string) { echo $string; };
$variavel ("Hello World");

Indo mais além, você pode definir quais variáveis de fora do escopo da função, serão utilizadas lá dentro, e têm comportamento idêntico ao dos parâmetros de uma função, isto é, elas são, na verdade, copiadas para dentro do escopo da função e, caso queira, você pode passá-las por referência, utilizando o caracter &:

$hello = "Hello";
$world = "Newton";
$variavel = function () use ($hello, &$world)
{
	$hello = "Hi";
	$world = " World";
	echo $hello . $world; // echoa "Hi World"
};
$variavel ();
echo $hello . $world; // echoa "Hello World"

No exemplo acima, definimos as strings $hello e $world. Depois, chamamos a função, informando que usaríamos as mesmas variáveis, sendo que $world está sendo passada por referência. Ainda dentro da função alteramos as duas e exibimos na tela. Após a execução da função, exibimos novamente as variáveis $hello e $world, sendo que a primeira foi alterada apenas dentro do escopo da função e a segunda, passada por referência, sofreu alteração (incluímos o espaço ali pra quem não notou).

Muito interessante a implementação da chamada da função, que acabou ganhando aplicação em objetos, que, ao serem chamados no formato $objeto(), chama automaticamente o método mágico __invoke() da classe:

class Objeto
{
	public function __invoke()
	{
		echo "Hello Objeto";
	}
}
$objeto = new Objeto
$objeto (); // exibe na tela "Hello Objeto"
// lembro que "echo $objeto;" continuará chamando __toString()

Confesso que, a primeira vista, não consegui achar utilidade nenhuma pra isso, além de uma forma diferente de trabalhar com funções, principalmente em chamadas de callbacks (call_user_func()), onde você passaria uma variável ao invés de um array ou uma string. Porém, comentando o assunto por aí, alguns desenvolvedores se mostraram entusiasmados com a novidade. Minha recomendação é aquela padrão: use com moderação, somente em casos onde de fato for relevante.

Mais detalhes sobre lambda funcions/closures no wiki do php.net, ou ainda, no anúncio do lançamento da 5.3 alpha 1.

Related Posts:

Read More

CONAPHP – Congresso Nacional de PHP 2008

A comunidade PHP brasileira já tem seu ponto de encontro em 2008 para troca de conhecimento e networking. Trata-se do CONAPHP, o Congresso Nacional de PHP, que ocorrerá integrado ao CONISLI, evento já conhecido de software livre, nos dias 18 e 19 de outubro na FIAP de São Paulo.

Segundo o site do evento, já estão confirmadas as presenças internacionais de Andrei Zmievski, responsável pela criação do Smarty Templates e PHP-GTK, e César Rodas, vencedor do PHP Programming Innovation Award de 2007 organizado pelo site PHPClasses e participante do Google Summer of Code (GSoC) 2008.

Este evento está sendo organizado pelo grupo formado a partir da união das comunidades locais de PHP no Brasil, isto é, um evento da comunidade para a comunidade.

Mais informações sobre o evento você vê no site oficial.

Related Posts:

Read More